Considerações gerais sobre a reabilitação

Bom, agora que já sabe o que é uma clínica de reabilitação, vamos para uma etapa mais delicada. A abordagem tornou-se conhecida por sua aplicação em equipes de apoio como Alcoólicos Anônimos (AA) e Narcóticos Anônimos (NA) e, ao longo dos anos, tem ajudado os adictos a lidar com suas adicções. Neste espaço sem julgamento, o paciente compartilha sua experiência e escuta as histórias de indivíduos que, como ele, estão enfrentando o mesmo problema.

Algumas pessoas retardam o restabelecimento para ganhar atenção dos familiares ou amigos. A equipe de reabilitação ou o terapeuta estabelece objetivos de curto e longo prazos para cada problema. Por exemplo, uma pessoa com lesão na mão pode ter restrições de amplitude de movimento e fraqueza. Os objetivos de curto prazo podem ser aumentar a amplitude de movimento em uma certa quantidade e aumentar a força de preensão em alguns quilogramas.

A Equipe de conteúdo da Clínica Recuperando Vida publica semanalmente artigos de conteúdo altamente relevante e que pode ajudar as pessoas a buscarem soluções para seus problemas decorrentes do uso de substâncias químicas. Dito isto, é importante saber que o encaminhamento à internação involuntária passa por um contato com o médico. Vale lembrar que, na hora de escolher uma clinica, é importante procurar uma que ofereça programa de prevenção à recaídas e tratamento multidisciplinar, que valorize grupos de apoio e acompanhamento psicológico. Como eu sempre digo, a dependência química é uma doença crônica multifatorial, que não pode ser explicada somente por um aspecto, mas sim por um conjunto de elementos.

Fabrício Selbmann é psicanalista, palestrante sobre Dependência Química e diretor do Grupo Recanto - rede de três clínicas de tratamento para dependência química e saúde mental, referência no Norte e Nordeste nesse segmento. Uma clínica Clínica de Recuperação Vitória de Santo Antão PE de reabilitação para dependentes químicos é, como eu gosto de chamar, um espaço de resgate. De modo geral, por medo de ser reprimida ou julgada, uma pessoa que abusa das drogas busca esconder a dependência dessas substâncias.

Assim, esses ambientes também podem ser usados para resolver mais do que problemas cognitivos (os físicos também). Dessa forma, muitas clínicas trabalham para reabilitar indivíduos que sofrem de dependência de drogas e doenças causadas pelo uso frequente. Em muitos casos, os objetivos são ajudar as pessoas a andar novamente e permitir que elas realizem suas atividades rotineiras essenciais (como vestir-se, arrumar-se, tomar banho, comer, cozinhar e fazer compras). Depois de finalmente procurar uma local profissional para o tratamento contra um vício ou dependência, chega a hora de aprender a como frequentar uma clínica de reabilitação.

O que as pessoas fazem em uma clínica de reabilitação?

Dito isso, vale saber que o encaminhamento da internação involuntária passa por um contato com o médico. Por exemplo, existem centros exclusivos para mulheres – a nossa unidade IV, inclusive, é totalmente dedicada ao tratamento feminino da dependência química. Como você percebeu, optar pela clínica de reabilitação pode ser uma ótima alternativa para quem deseja ver um ente querido livre das drogas. Conhecer os diferenciais oferecidos pelo Hospital Santa Mônica dá a certeza de acerto nesse processo.

No entanto, apesar de parecer ser óbvio, descubra a seguir a complexidade da internação de um dependente químico em uma clínica de reabilitação. Hoje, apesar de haver consultórios psicológicos e outros tratamentos para a reabilitação de dependentes, não existe nenhuma alternativa melhor que a clínica de reabilitação. Refiro-me a um processo de racionalização da dependência química, que consiste, em primeiro lugar, em reconhecer suas restrições às drogas ou ao álcool, e depois melhorar sua gestão social, psicológica e social. Para isso, essas clínicas contam com profissionais variados, como médicos, enfermeiros, psiquiatras e psicólogos, dentre outros. Então, os serviços deles ficam disponíveis em tempo integral, possibilitando que a pessoa tenha acesso a eles quando precisar.

Sua estrutura inclui aconselhamento biopsicossocial, Terapia Racional Emotiva (TRE) e o Programa de 12 Passos. Na Clínica Recuperando Vida usamos um procedimento de tripé que adota uma abordagem humanizada e individualizada para cada paciente. A partir das informações e dos testes ocasionais que ele consegue coletar, o profissional emitirá um relatório técnico aconselhando este tipo de abordagem. Uma vez superada esta primeira barreira de aprovação, as coisas tendem a acontecer mais naturalmente e você se sentirá ainda melhor por ter tomado a decisão correta. É natural sentir-se assim, como se você estivesse traindo a confiança de alguém, mas entenda que você está agindo em nome do indivíduo que você ama, não o contrário.

Deixe um comentário