Como escolher panelas?

Por essa questão, são indicadas para fazer alimentos líquidos ou com caldo, como sopas, molhos, feijão e ensopados. Apesar de mais caras que as outras panelas, o investimento vale muito a pena, já que são fáceis de limpar, antiaderentes e conservadoras de calor. As desvantagens são o seu peso, que dificulta o manuseio e a fragilidade, semelhante ao que acontece com as panelas de ferro. Ao entrar em contato com o sal ou alimentos ácidos como tomate, limão e vinagre, o cobre pode se desprender da panela. A panela de ferro é de excelente qualidade, por ser de um material muito resistente. Hoje em dia, o mais comum é encontrar apenas as tampas das panelas feitas em vidro.

Além disso, por ser porosa, pede atenção especial ao ser lavada, para que não haja proliferação de microrganismos. Outra dica importante é evitar o choque térmico, usando-a em fogo baixo e não colocando a panela quente em superfícies geladas como a pia. A sauteuse é um tipo de frigideira com laterais ligeiramente mais altas e arredondadas. Disponível em inúmeros tamanhos, a frigideira frita ovo e grelha salmão com a mesma eficiência. A panela com cabo é a mais tradicional de todas e praticamente toda casa tem uma.

Apesar de oferecerem muito mais segurança em termos de saúde, os tipos de panelas listados muitas vezes exigem um investimento financeiro maior. Para quem busca uma alternativa mais acessível, uma saída é apostar em panelas com revestimentos em cerâmica, ao invés de uma que seja 100% composta pelo material. “Se estamos falando de uma panela de alumínio com revestimento em cerâmica, por exemplo, o revestimento é uma boa pois não coloca o alimento em contato direto com o alumínio. Mas, nestes casos, é preciso ficar muito atento à integridade do revestimento”, alerta.

Apesar de um cozimento mais lento, panelas feitas de barro retém o calor por um longo período, assim como a panela de cerâmica. As tradicionais panelas de barro podem ser utilizadas tanto na boca do fogão quanto internamente, no forno. Há quem diga que elas são insuperáveis em manter o sabor dos alimentos, sendo essa uma das principais vantagens.

Hoje em dia, uma série de pesquisas antes das compras se tornou requisito básico para quem quer ter sempre o melhor no dia-a-dia. Entre os itens que mais despertam interesse e curiosidade está o modo como escolher panelas. O revestimento antiaderente mais comum é o teflon, que, com uso, pode acabar soltando resíduos na comida, que são tóxicos. Antes do primeiro uso, Tipos de panelas a fabricante instrui que seja feito o processo de cura do material, que consiste em aplicar uma camada de óleo, levar a panela ao forno e depois lavá-la. Outra vantagem é poder colocar as panelas que são inteiras em ferro, incluindo cabos ou alças, direto no forno. As quatro peças – duas panelas, uma caçarola e uma frigideira – contam com reforço de fundo triplo.

Diferença entre materiais de panelas

Estas panelas não devem ir na lava-louças, em especial as esmaltadas. “Na hora que a comida fica pronta, tem que retirar e lavar a panela. As frigideiras são extremamente versáteis no dia a dia, úteis no preparo de diversos pratos como omelete, tapioca, carnes grelhadas e legumes. Um dos benefícios de ter uma wok em casa é poder preparar os alimentos em grande quantidade de forma rápida, já que seu formato distribui o calor constantemente. A panela wok é semelhante a uma frigideira, mas se diferencia pelas laterais mais altas e o fundo mais estreito.

Formulário de contato

Para responder essas perguntas, o Guia de Compras conversou com a gastrônoma Kay Gentile sobre os principais tipos de panela e montou uma lista com dez sugestões de produtos. O mercado oferece panelas de vários materiais diferentes, podendo confundir quem quer comprar novos utensílios para a cozinha. Por não ser um formato de  panela alta, não é indicado para frituras em imersão, pois pode sujar o seu fogão. Na hora de escolher, prefira frigideiras que são antiaderentes. Ideal para fazer uma feijoada ou macarronada para toda a família. Cada formato possui diferentes desempenhos no preparo de alimentos e a escolha certa faz toda a diferença no tempo e sabor das refeições.

Panela de cobre

Os cabos e alças são de baquelite siliconado e as tampas, de vidro temperado e inox. A frigideira em inox da Electrolux possui fundo triplo, revestimento interno antiaderente e cabo de silicone. Assim como as de alumínio, essas panelas grudam se não tiverem um revestimento antiaderente. A limpeza é simples, especialmente se a comida for feita com bastante gordura e calor. “Precisa de uma ferramenta mais abrasiva”, conta a gastrônoma. Outra questão é a toxicidade do metal, que é conhecido por soltar resíduos no alimento que, em excesso, podem fazer mal.

Desvantagens da panela de ferro

“Não grudam muito, tem várias que são bem antiaderentes”, diz a especialista, acrescentando que não é necessário usar abrasivos na lavagem. O preço do kit era de R$ 485, em janeiro, nas lojas consultadas. O conjunto custava R$ 120 em janeiro, nas lojas on-line consultadas. Os produtos custavam de R$ 50 a R$ 1.700, em janeiro, nas lojas on-line consultadas. Além disso, normalmente possuem preço mais elevado que as demais e não são recicláveis por serem feitas de vidro temperado.

Deixe um comentário